22.10.08

A mesa

Sentamos à mesa 13 eu e Elaine, na mesa 14 ( espelho somado de 13 + 1 = ) Márcio, Karina, Leandro e Paulo Avelino. O que eu estranhava era aquele número 13 e outro ao lado agindo como reflexo quase místico, numa oposição angular de 45 ° como o outro vértice do trângulo isosceles num plano alquimico. Eu, que sou curioso em alquimia e cabala, ficava a meditar a razão daqueles números a minha frente, ou melhor, sob meu rosto, indicando-me algo. Este dia, era meu aniversário, fazia 28 anos e os nós desta linha que percorre minhas mãos se desenlaçava nos números. Números? Sim. Não sou fã do filme n° 23, mas durante a semana que antecedia o dia da lua, o n° 13 se revelava em todos os lugares para o qual voltava meus olhos; alucinação? Se, acaso for um estranho estado de loucura presente que súbitamente me arrebata os sentidos como a morte anunciando sua vinda a seu escolhido, eu confesso que temi áquele símbolo por dias, e pouco dormi. No dia 18 cheguei no bar e esperei ansiosamente meus amigos, distraidamente escolhi a mesa 13, ao sentar notei o número e me apavorei, já não poderia mudar ele estava ali e me queria; coisa de filme? Quem sabe. Aos poucos foram chegando todos, nos reunimos em torno dela e do seu reflexo e conversamos por muitas horas. Contei a história aos meus amigos, nem todos ficaram surpresos, pois poderia ser um devaneio, se estivesse algum mistico ali, certamente passariamos as horas seguintes discutindo o significado espiritual deste número. Bem, foi uma noite agrádavel, não posso negar, porque deleitei-me nos sorrisos, na bebida, no cigarro, na cachaça, nos livros que recebi, e em tudo que se pode ver na mesa. Nos despedimos... Segui viagem para casa... na manhã seguinte descobri pela boca de um alquimico que o 13 simboliza os olhos capazes de ver o oculto - o espelho isósceles, então meus olhos reconheceram que a poesia tão buscada no meu intimo é o desvelamento do desconhecido. Agora o mistério da palavra me comove ao Ein Soph, que se oculta nos ângulos da realidade tão imagem e sem carne.

Nenhum comentário: