25.7.08

Beatriz Bajo

Comentário: Beatriz Bajo retrata o feminino em sua natureza mais intima, dir-se-ia que reproduz o estado de alma da mulher com profundidade, romantismo e beleza. É uma poeta do erótico, e apenas, mas este 'somente' que grafo, volta-se para o sentido de que sua poética é pertencente ao corpo e suas sensações numa forma de gosto e prazer.







Pintura expressionista

você tem uma agulha na língua
a cada lambida, rasga minha inteireza
e eu, esquartejada, insisto em que
feche os olhos e despedace-me mais profundamente
até tirar-me toda a pele. Assim, posso
inundar-te completamente com meu rubro
desmazelo de enquadrar-me, sem moldura.



comer borboletas

1/2.
cada beijo é como comer borboletas
para que as matizes de dentro se libertem, se debatam
no assanhar das asas
entre os predicados que traquinam no diafragma
que raia em transversais contrações
ventos adverbiais

1/3.
Assim que se deitou
Sobre meu pé tão delicadamente
Trouxe-me algo de fenda
Algo de talho, latente
Entre os batentes da minha janela
Adentrando pelos basculantes
Roendo as sementes

2.
O dia inteiro nascia dentro de mim




Avatar

envenenado é o sangue
que sai quente e grosso como pulsando entranhas adentro

assim é que me encontras depois de empunhar tua palavra-lâmina

frêmito momento de somente agora
pêlos eriçados sabor hortelã

que em des/vario de variantes nós
entrelaço-me em ti, invólucros do ausente

em orgia ofidontósica agarro o que esbanjas de carne
como que tentando apossar-me do que em ti vive
lambo-te com minha língua que precisa saber-te

no frenesi encontro de seu avatar






Beatriz Bajo escritora, especialista em Literatura Brasileira pela UERJ, aluna especial do mestrado em Letras (UEL) e amadora por convicção. Editora da seção literária do site Armadilha Poética (http://www.armadilhapoetica.com/) e membro do conselho editorial do Projeto Macabéa (http://www.trapiches.com.br/). Participou de antologias e mantém publicações freqüentes em revistas literárias e espaços virtuais. Insiste em cultivar o blogue http://lindagraal.blogspot.com.

Nenhum comentário: